Campanha nacional debaterá fim das concessões no setor elétrico
 
Desde 1995 as concessões públicas no setor elétrico têm validade de 30 anos, podendo ser renovadas por mais duas décadas. Fonte: Brasil de Fato
 

Jorge Américo,

De São Paulo, da Radioagência NP

 

Diante da proximidade do vencimento de diversas concessões do setor elétrico brasileiro, entidades sindicais e do movimento social lançarão a campanha “Todos pela Energia – Privatização não é solução”. A partir de 2015, o governo terá como alternativas a prorrogação dos contratos ou a abertura de licitação para novas concessões.

O encerramento dos contratos implica no fim do direito de uso, por parte de empresas públicas e privadas, de praticamente 20% do parque gerador. Os negócios ainda envolvem cerca de 80% das linhas de transmissão e de mais de 35% das empresas de distribuição.

A potência das usinas em questão representa mais que o dobro do que é gerado pela Usina Hidrelétrica de Itaipu (PR), a maior do Brasil. Os custos de implantação foram amortizados ao longo dos anos, e isso forçará a queda das tarifas.

Desde 1995 as concessões públicas no setor elétrico têm validade de 30 anos, podendo ser renovadas por mais duas décadas. Atualmente, o país possui 176 hidrelétricas que somam 77 mil megawatts de potência instalada.

O lançamento da campanha será no dia 18 de novembro, no Espaço Cultural Lindinalva Cabral, no município de Paulo Afonso (BA). O evento marcará o início de uma grande mobilização nacional em defesa da segurança energética.

Mais informações sobre a campanha podem ser acessadas pelo site www.todospelaenergia.com.br.

 
 
ver todos os artigos