Greve Geral paralisa Bélgica
 
A Bélgica foi palco, esta quinta-feira, de uma greve geral convocada em sinal de protesto contra as medidas de austeridade propostas pelo novo governo, nomeadamente o aumento da idade de aposentação.
 

Greve Geral paralisa Bélgica

A Bélgica foi palco, esta quinta-feira, de uma greve geral convocada em sinal de protesto contra as medidas de austeridade propostas pelo novo governo, nomeadamente o aumento da idade de aposentação.
Foto de EPA/BERNAL REVERT BELGIUM OUT.
Foto de EPA/BERNAL REVERT BELGIUM OUT.

Segundo notícia a TSF, a mobilização terá sido mais forte entre os trabalhadores dos serviços de transportes, imprensa, escolas, hospitais públicos, prisões e cadeias de televisão. Os bombeiros terão apenas cumprido os serviços mínimos, sendo que alguns destes profissionais chegaram a disparar, conforme noticia a Euronews, canhões de espuma para a sede do primeiro-ministro.

Mediante a forte adesão no sector dos transportes, que levou à paralisação de comboios, metros e autocarros, a mobilidade dos cidadãos esteve bastante condicionada.

Segundo o jornal Le Soir, os piquetes organizados pelos sindicatos nas principais estradas de entrada e saída de Bruxelas provocaram engarrafamentos de até 140 quilómetros.

A proposta do governo de coligação belga, liderado pelo socialista Elio Di Rupo, sobre a reforma das pensões, que prevê como idade mínima para a reforma antecipada os 62 anos, contra os 60 anos atualmente estipulados, é o principal motivador dos protestos.

 
 
ver todos os artigos