Paraná - CPI do transporte coletivo de Curitiba define membros e data da 1ª reunião
 
Grupo formado por 13 vereadores terá 90 dias para apresentar relatório. Objetivo é apurar irregularidades na relação entre Urbs e empresas. Fonte: G1 PR
 
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que irá investigar o transporte público de Curitiba definiu nesta sexta-feira (28) os nomes dos 13 parlamentares que participarão dos trabalhos. Também foram eleitos o presidente, o vice presidente, o relator e o vice relator da comissão que terá 90 dias para apresentar um relatório com o resultado dos trabalhos. Este prazo pode ser prorrogado pelo mesmo prazo. Os parlamentares devem averiguar possíveis irregularidades no processo licitatório de concessão da operação do transporte coletivo para empresas particulares; indícios de lucro excessivo; suspeita de falta de recolhimento do Imposto Sobre Serviços (ISS); além de investigar os contratos firmados com as empresas e o Fundo de Urbanização de Curitiba. Os 13 vereadores participantes foram indicados pelas respectivas lideranças, respeitando a proporção das bancadas e dos blocos partidários. São eles: Paulo Rink (PPS), Jorge Bernardi (PDT), Mauro Ignácio (PSB), Cristiano Santos (PV), Serginho do Posto (PSDB), Bruno Pessuti (PSC), Professora Josete (PT), Chicarelli (PSDC), Noêmia Rocha (PMDB), Toninho da Farmácia (PP), Geovane Fernandes (PTB – forma bloco com o DEM), Chico do Uberaba (PMN – forma bloco com o PSD), e Valdemir Soares (PRB – forma bloco com o PSL). saiba mais Câmara de Curitiba abre CPI para investigar o transporte coletivo Fruet anuncia redução de R$ 0,15 na tarifa do transporte em Curitiba Milhares de pessoas saem em protesto pelo Centro de Curitiba Com 11 votos entre os membros da CPI, Jorge Bernardi (PDT) foi eleito presidente do grupo. Serginho do Posto (PSDB) obteve oito votos para ser eleito vice presidente. O vereador Bruno Pessuti (PSC) foi eleito relator, enquanto Valdemir Soares (PRB) será o vice relator. A primeira reunião da CPI foi marcada para o dia 1º de julho, às 14h, no plenário da Câmara. Os encontros serão abertos à população.
 
 
ver todos os artigos