Cleiton Kielse acusa deputados em denúncias na Alep
O também deputado Kielse apontou os envolvidos com as concessionárias de pedágio. Deputados acusados reagiram. Fonte: http://catve.tv/noticia/4/39599/cleiton-kielse-acusa-deputados-em-denuncias-na-alep
Conforme o prometido, o deputado Cleiton Kielse usou a tribuna da casa para, segundo ele, provar que estava certo. Agora, mais do que levantar acusações, ele apontou os envolvidos com as concessionárias de pedágio. Na lista 4 nomes: 1. Valdir Rossoni, presidente da casa, que é sócio da construtora Deck, que por sua vez participa das obras das concessionárias; 2. Plauto Miró Guimarães, 1° secretário da casa e ex-genro do diretor da concessionária Ecovia; 3. Ademar Traiano, líder do governo que em 2003 foi relator da CPI do pedágio, mas não apresentou o relatório que simplesmente desapareceu; 4. Ney Leprevost, deputado acusado de receber R$ 1 milhão das empresas de pedágio do Paraná para a campanha eleitoral de 2010. Outra denúncia feita pelo deputado está relacionada ao procurador geral da Assembleia, Luís Carlos Caldas, que é irmão de Maria Luíza Caldas, diretora das concessionárias Ecovia e Ecocataratas. O clima esquentou quando, durante o pronunciamento de Kielse, o procurador geral da casa fez gestos para o deputado. O deputado também acusou as concessionárias do Paraná de lavagem de dinheiro e superfaturamento. Com a divulgação dos nomes, os acusados tentaram se defender. O primeiro foi o presidente da casa Valdir Rossoni. Depois, foi a vez do deputado Ney Leprevost, que inconformado com as acusações, pediu a cassação do mandato de Kielse.
 
 
ver todos os editoriais